11.4.17

Decoração de Páscoa

     Se tem um período do ano que é delicioso é o período de Páscoa! Nada melhor do que ser reunir com a família no almoço de domingo e celebrar a ressurreição de Jesus Cristo. E para isso eu separei algumas ideia que podem te ajudar a decorar a casa e a mesa posta para este dia,pesquisei e achei muita coisa bacana no Pinterest.Inclusive criei uma pasta no meu perfil com tudo que achei interessante sobre o tema como decoração,mesa posta,receitas e até brincadeiras com as crianças,se quiser conferir segue o link:Pasta Pinterest Páscoa.
    Algumas ideia de mesa posta que achei interessantes:
Esta mesa posta é uma delicadeza só. Fonte da imagem:Blog Anfitria
Esta mesa usa trilhos e flores colocadas em cestos de ovos. Fonte da Imagem:Casa e decor - Constance Zahn
Mesa posta com jogos americanos,vaso com mosquitinhos e ovinhos coloridos de chocolate. Fonte da Imagem: Blog Lolahome
Esta mesa com jogo americano e sousplat rosa tem muitos coelhinhos na decoração com pratos transparentes e verdes. Fonte da Imagem: Blog Andrea rudge
Mesa posta com trilhos,extremamente delicada com flores amarelas e louças transparentes e brancas.Fonte da Imagem:Blog Andrea rudge
Para quem não quiser usar flores,pode se usar buchinhos em vasos e ovos. A mesa tem jogos americanos,poucos elementos mas muito elegante. Fonte da Imagem: We share ideas

   Espero que você possa se inspirar com algumas destas mesas e fazer uma mesa além de bonita,com muito amor e carinho para curtir o domingo de Páscoa com sua família.



6.4.17

Sua empresa ou clínica está adaptada para atender portadores de necessidades especiais?



Segundo os dados do CENSO 2010, o IBGE constatou que 24% da população brasileira tem algum tipo de deficiência motora, mental/intelectual, auditiva ou visual, isso corresponde a 45,6 milhões de pessoas no país.

Por lei, a chamada Lei de Cotas, criada em 1991, exige que toda empresa com mais de cem funcionários deverá reservar de 2% a 5% das vagas para trabalhadores com deficiência. De qualquer forma, você pode me dizer que não tem esta quantidade de funcionários, mas e se este portador de necessidades especiais for seu cliente ou paciente, como fica? Segundo a Lei 10.098, Lei da Acessibilidade, qualquer empreendimento de uso coletivo, como quaisquer atividades de natureza comercial, hoteleira, cultural, esportiva, financeira, turística, recreativa, social, religiosa, educacional, industrial e de saúde deve permitir a “possibilidade e  condição de alcance para utilização, com segurança e autonomia, dos espaços, mobiliários e equipamentos urbanos, das edificações, dos transportes e dos sistemas e meios de comunicação, por pessoa portadora de deficiência ou com mobilidade reduzida”.

Você já parou para pensar que precisa ter o espaço adequado para que esta pessoa possa circular com cadeira de rodas ou muletas dentro de sua empresa ou clínica? Além do banheiro adaptado é muito importante lembrar da circulação, rampas de acesso, o tamanho das portas que permita o acesso do cadeirante aos ambientes, sinalização adequada e até o mobiliário que tenha altura adequada. Enfim são vários detalhes previstos na norma.
Banheiro acessível.Fonte da Imagem:Portal AeCweb
Bebedouro e telefone público acessível. Fonte da Imagem:Prime acessibilidade
 A NBR 9050 que regulamenta as principais normas de acessibilidade em edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos foi criada em 1983 e já passou por diversas revisões, sendo a última em 2015. Nesta última revisão, ampliou mais seu escopo, ao considerar as pessoas com deficiência, para aqueles que têm dificuldades para se locomover – como idosos, obesos e gestantes, seguindo o conceito de desenho universal, que assegura a acessibilidade para todos. O interessante que esta norma está inclusive disponível na internet sem custo nenhum por sua relevância e caráter público.
Citada acima a Lei nº 10.098 criada para estabelecer normais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade para portadores de deficiência e pessoas com mobilidade reduzida. Ela determina, primordialmente, a remoção de barreiras e obstáculos em vias, espaços públicos e edificações.

Então algumas dicas são importantes para que sua empresa atenda os quesitos de acessibilidade:

1.Todos acessos devem ser acessíveis;

2. Toda edificação e estabelecimento deve ter sanitários acessíveis às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, possuindo 5% do total de cada peça (quando houver divisão por sexo), sendo obrigatório ao mínimo um banheiro.

3. É obrigatória a reserva de vagas em estacionamento de uso público para pessoas com deficiência próximas aos acessos de circulação de pedestres e elevadores.

4. O caminho entre o estacionamento e o acesso principal deve estar desbloqueado para portadores de deficiência.

5. Piso tátil é uma sinalização muito eficiente e deve ser usada para orientação e proteção de deficientes visuais.

6. Caso seu comercio, empresa ou clínica seja térreo não podem estar localizadas em um nível acima da calçada ou devem contar com rampas. Centros comerciais de mais de um andar devem ter elevadores.


É importante ressaltar que para cada caso, empresa, clinica ou estabelecimento comercial pode ter alguma exigência diferente devido ao uso. Por isso, na dúvida busque um profissional de arquitetura que possa te ajudar nestas questões, assim você evita projetar um espaço superdimensionado ou pequeno demais que não atenda as normas de acessibilidade.



  Espero que este conteúdo tenha sido útil para você, caso tenha algum dúvida,ou sugestão deixe abaixo nos comentários.

17.2.17

Saiba tudo sobre Projevisa

     Quando vamos a um grande restaurante ou supermercado não temos a mínima ideia que para estes estabelecimentos funcionarem tiveram que passar por uma criteriosa análise da Vigilância Sanitária a respeito das suas instalações físicas. Esta análise deve ser feita o quanto antes possível, juntamente com o Projeto de Arquitetura para que possa estar bem alinhado. O nome deste projeto analisado pela Vigilância Sanitária se chama Projevisa. 
Os supermercados devem aprovar Projevisa.Fonte da imagem:Vila mulher
     Em Curitiba, a Secretaria Municipal de Saúde  definiu pela Resolução 05/2010  quais estabelecimentos precisam desta aprovação ou não. Em alguns casos,esta exigência pode ser determinada pela área,por exemplo,no caso de restaurante se, a área construída for superior a 250 m²,este estabelecimento obrigatoriamente deverá apresentar o Projevisa.            
    Outra forma de descobrir a necessidade ou não do Projevisa em Curitiba é através da Consulta Azul, esta consulta é realizada pelo proprietário ou contador para abrir a empresa. Esta consulta é baseada nas características  urbanas do imóvel e o uso do comercio a ser instalado,a partir dela constará a exigência ou não do Projevisa.  
    Agora o que também pode acontecer é um estabelecimento já existente precisar de uma aprovação  na Vigilância Sanitária solicitando que aprove-se novo projeto para adaptar o imóvel a novas práticas de higiene ou a portadores de necessidades especiais. 
    E por último e não mais importante ,é bom saber quais documentos serão necessários para iniciar a análise do Projevisa: 
  • Alvará de Localização e Funcionamento
  • Parecer Técnico para Consulta Comercial
  • Liberação de Licença Sanitária
  • Autorização de Funcionamento de Empresas (Medicamentos, Cosméticos, Saneantes, Domissanitários e correlatos junto ao Ministério da Saúde)
Berçários,creches e escolas também devem aprovar Projevisa.Fonte da imagem:franquiaempresa

    Espero ter esclarecido as principais dúvidas sobre este projeto e se você tiver alguma dúvida a respeito,deixe um comentário que irei te responder o mais breve possível.